Sobre a Bisa

Essa é a história de 3 amigos e um sino...

No final dos anos 60 então com pouco mais de 5 anos, Carlos ganha de sua bisavó, imigrante espanhola que juntamente com seu marido possuía um ferro velho na zona norte de São Paulo, um sino datado de 1878 de uma fundição francesa. Este sino existe até hoje e serviu de inspiração para o logotipo e nome de um comércio de antiguidades.

Inspirado por programas americanos de TV onde amigos saem caçando itens para revender, Carlos, idealizador do projeto "Coisas da Bisa", sempre teve em mente o sonho de sair por aí em busca de velharias que pudessem ser reaproveitadas e vendidas, trazendo de volta a lembrança de um tempo que não volta mais...

Sempre que Carlos encontrava seu amigo Ronaldo, colega e parceiro de profissão da área tecnológica, o assunto sempre ia para o mesmo lado: os programas de caçadores de relíquias, restauradores e o quanto seria legal fazer deste hobby uma negócio lucrativo. A ideia foi saindo do papel e depois que começaram a sair pelo interior de São Paulo em busca de relíquias o hobby começou a se tornar um negócio rentável.

Nesta fase do processo, Geraldo, amigo de longa data que sempre recebeu Carlos e Ronaldo como irmãos em sua casa em Boston, passou a integrar o grupo pois também notou afinidade com antiguidades indicando locais e participando de "garimpagem" nos Estados Unidos.

O sonho de 3 amigos se torna realidade com a criação deste espaço na web onde podem mostrar ao público que as coisas de antigamente eram feitas para durar, mesmo com materiais e tecnologias limitadas. Ouvir um disco num bom sistema de som valvulado, restaurar uma bomba de combustível, curtir Elvis num belo Jukebox, são coisas que para estes amigos não tem preço...

Seja bem-vindo ao site das "Coisas da Bisa"!